Trilha das Águas de Imbassaí

Evento Realizado

O que rolou:

A trilha New Imbassaí certamente foi daquelas que não saem nunca mais da memória, por mais curta que seja, não sairá.

Organizei todos os equipamentos no dia anterior, deixei a bolsa de hidratação congelando para não ter problema com a hidratação ao longo da trilha. Separei alguns repositores de energia, bem, estava tudo preparado e não haveria o que dar errado!

Acordei cedo, bem cedo, mas cedo mesmo, não queria de jeito nenhum me atrasar e perder essa aventura, que seria a minha primeira de nível 4!

Fiz o meu checklist, coloquei a bike no rack e partiu! BORA MURAL!!! Ansioso pela brutalidade de dar aquele pedalzão de 50km. Botei uma sonzeira e assim peguei a estrada.

Por volta das 6:00 da manhã já estava no ponto de encontro bem alimentado, então era só tirar um cochilo, acordar 20 minutos antes e pronto, vamos pedalar.

Próximo ao horário combinado, às 7:00, a turma já começou a chegar e adrenalina foi chegando junto. Estávamos num grupo de 24 membros, fizemos as tradicionais fotografias do grupo, reunidos no local de partida, e já ouvimos aquele que costuma ser o grito de guerra: Partiu, BORA MURAL!

Iniciamos por um pequeno single ainda na lateral da pista principal da estrada do coco e com poucos minutos a primeira parada, bike com problema, o grupo aguardou e rapidamente seguimos pedalando, me lembro apenas que fizemos uma parada. Olhei o GPS e tínhamos cerca de 5km em quase 50 minutos de pedal, aquele momento me deu até um frio na espinha, pois, após umas contas rápidas, se 5km foram 50 minutos, 50km eu não queria nem acreditar no resultado!

Nesse momento já havíamos deixado a lateral da estrada do coco para trás e seguíamos entrando para a região mais central da trilha. Seguimos pedalando por mais 3km até chegarmos ao ponto onde faríamos a segunda foto do grupo, na ponte do rio que caí. Paramos, esperamos a turma chegar e agrupar, esperamos, até que apareceram alguns perdidões para completar a foto, houve até quem tivesse ido com os óculos da vovó só para homenageá-la nas fotos. Fotos feitas, alguns seguiram por cima da ponte, outros, mais brocadores, passaram pelo rio mesmo.