Trilha Luar do Sertão em Riachão do Jacuípe

Evento Realizado

O que rolou:

Riachão do Jacuípe Ba, 03 de Fevereiro 2018

Em meio aos agitos do final de semana da festa da rainha das águas, a capital banhava seu mar com flores em devoção e agradecimento no dia de Yemanjá.

Aqui no nosso sertão, uma manhã de sábado de muito sol, algumas nuvens no céu, onde há meses não se via uma gota d’água. Nesta data eu tinha um compromisso marcado, acho que até mais que isso, uma missão. Esse filme no terceiro episódio da série MURAL DE AVENTURAS em Riachão, uma trilha que iniciava pela tarde, e adentraria pela noite, com um desafio de subir a serra de Casa Nova, povoado 18km da Cidade, e acredito que ninguém imaginaria na aventura que viria pela frente.

ENCONTRO MARCADO

A galera havia chegado já cedo, estavam todos rumo ao local de almoço marcado, quando recebo uma mensagem dizendo “já estamos aqui, venha”, ao mesmo tempo o o barulho de chuva, ao perceber, o céu havia escurecido, e o tempo parecia que ia virar, e virou.

15h em Frente a Igreja Matriz, já estavam todos bem arrumados, comidos e suplementados. Tiramos a foto clássica na frente da Igreja Matriz, simbolo da cidade. Saímos rumo à aventura, pegamos 3km asfalto e inicamos nossa aventura pela famosa Barragem de Pedro São Paulo, sentido a Fazenda Nova Esperança, KM10 da aventura, onde fizemos uma parada a checagem do pessoal. 

PRIMEIRA PARADA

Nessa parada, recarregamos a água, o dia começou abafado e o céu escureceu, pancadas de chuva ao redor da nossa região. Seguimos em direção a região da Toca da Onça, onde adentramos numa reserva de caatinga original, single track, que nos gerou algum tempo para driblar a vegetação espinhenta daquela área. Alguns Galatikos "sentaram o pau" e seguiram errado por outra trilha, quando cheguei uns 600m após aos gritos de VOLTA VOLTA! estava faltando Gilson (coroa galatico), Robert (17 anos, atleta Junior,) Raphael e Elson, os caras simplesmente estavam empolgados e sumiram na trilha! kkk

Reencontramos o grupo, dessa vez na frente do buzão, Hermógenes, mais conhecido como Moge PegaBike ou "meu Papa Capim" Hehehe. Nosso amigo Ipirense, Ruben tomou um capote por conta da claridade e da vegetação fechada, deu um mortal e abracou um pé espinhento de "Rabo de Raposa", sabe como é né, tinha gente ameançando denuciar o cara pro ibama, destruiu o cacto! vai entender né. #RubenPassaBen :P

MUCAMBO / SÍTIO NOVO

Seguimos para a região do Mucambo de Riachão, trecho divertido, pegamos 3 corredores estreitos, curvas sinuosas, pedalamos sob riacho seco. Seguimos para o povoado de Sítio Novo, onde abastecemos, no mercadinho mais famoso da região, e seguimos para Casa Nova. Estradão fechado, sinuoso, terreno variado. A escuridão tomou conta, a noite nublada com ventos e alguns pingos de chuva, estavamos indo em direção a Casa Nova, de longe pela quantidade de raios e trovões, mesmo ao longe, parecia que iamos para dentro do olho do furacão. Eu temia pelo tempo, o cheiro forte de chuva no ar, há meses não chovia na região, o ronco dos trovões ao fundo avisava do tempero que daria o bom sabor da aventura. 

NEW HOUSE

Casa Nova 19h da noite, paramos na venda de Seu Antônio, (nossa segunda casa do pedal) todos já bem amaciados do pedal anterior, algumas paradas por conta de equipamento e pneus, mas estavamos todos lá, para concluir a missão. Sessão de Refri, Cerva, Queijo, "Mortandela" e salgadinhos. Tudo reunido, tudo pronto vamos, eu já estava no automático. Puxei a fila em direção a serra, um estradãozinho subindo até a porta do Paraíso, local que sempre tive vontade de ir, mas foi somente com essa galera aventureira que isso viria a se realizar.

A SERRA

A Serra de Casa nova é um rochedo, Iselberg, com 520m de altura ao nível do Mar. Fica no Povoado de Casa Nova, município de Ichú BA. A subida é de single track, terreno de lagedo, pedras soltas, e um rock garden técnico na subida, ao meio dela existe um cruzamento para várias partes da serra, a que nos interessa é o dowhill descoberto pelo Guia Nudim, que já foi Caçador e explorador da área.

Após vários escorregões... empurrar bike não faz mal não? mas não fique na frente de ELSON, se não ele solta o grito: SAAAAAIIIIIII !!!!  (-ah mizeraaave!) Conseguimos chegar no local exato da descida.

Na primeira parte da Serra foi tudo tranquilo, esperamos todos realinhar num platô, metros antes do Downhill, de lá vimos as luzes da cidades e povoados ao redor da serra. De lá fizemos nossos registros e os amigos ouviram as instruções da descida. O downhill tinha 3 etapas, a primeira era linha até a mata e uma cerca, um rockgarden passando entre dois pés de licuris, estava gringo. Depois da Cerca, a parte mais inclinada, (mais de 23% de inclinação) a terra estava solta, (ainda dei uma pernada numa pé de cansanção, arrrrrggg!!! ) muita gente preferiu empurrar com cuidado, alguns galáticos desceram na bike, top! Chega ao 2 estágio, zigzag na mata, muitos gravatás, e arvores ao redor do caminho, cheguei na estagio 3 final da serra, de lá de baixo, via as lanternas passeando ainda pelo topo da serra! quando percebi que faltava ainda muita gente pra alinha! deixei a bike, e fiz o caminho a pé subindo, e chamando atenção da galera para não se perderem. Quando se aproximaram, a noticia de um biker teria caído e outro se esbarrou no pé de cansanção. Acontece, todo mundo bem, vamos realinhar. Finalizamos a descida, até o ponto de encontro na cerca para pegar o estradão de volta Povoado e seguir para Riachão.

Na volta, no chamado "Corredor do Boi" paramos por alguém com problema na bike, ajeitamos ao sair, conduítes se enrolaram, um quase tombo. Mas foi, vamos lá, sentido ao povoado de Campo Alegre, sem nenhum pit stop, seguimos rumo a Riachão, à caminho de casa. Faltando pouco para chegada, vi as luzes da cidade, aquela sensação de que chegamos em casa, todo mundo mundo vivo. Bora Mural!!! Diogo Passos.

Clique aqui para ver o álbum de fotos.



Sobre o evento:

Olá pessoal,

Vamos voltar a Riachão do Jacuípe no dia 03/02 para mais uma aventura TOPCom apoio do biker Diogo Passos e das Muralistas Carla Dias e Maraysa Ribeiro, vamos dessa fez fazer um novo percurso ao estilo "Luar do Sertão", ou seja, iniciamos a trilha a tarde ainda de dia e terminaremos a noite sob a luz da lua cheia!!! O novo percurso terá muitos desafios, single tracks e serras.  Mais uma aventura que promete muito!!!


Distante 220 km de Salvador, o município de Riachão do Jacuípe situa-se às margens do Rio Jacuípe e tem uma economia voltada para a pecuária e agricultura.


Iremos logo cedo no mesmo dia da aventura (03/02), almoçaremos na cidade de Riachão do Jacuípe, depois de um descanso faremos a trilha, churrasco a noite na fazenda com pernoite e retornaremos no domingo (04/02) logo cedo.

Participantes do evento:

today
Data:

03/02/2018

format_list_numbered
Pontuação:

Vale 6 pontos

timeline
Distância:

72Km

receipt
Participação:

Somente Muralistas

group
Vagas:

0

room
Cidade - UF:

Riação do Jacuípe - BA

my_location
Local de Encontro:

Posto Rei da Pamonha que fica na BR-324 a 500m antes da polícia rodoviária federal de Simões Filho às 08:00 do dia 03/02 (sábado).

beenhere
Dificuldade:

Nível 4 - Médio Alto

terrain
Tipo:

Trilha

local_activity
Inscrição:

R$ 110.00